voltar

Notícias

Motor

Carro no verão: confira alguns cuidados com o veículo na estação mais quente do ano

Publicado em 27/12/2023 por Marcellus Leitão

Calor, calor, muito calor! Para boa parte das pessoas, isso significa praia, piscina e viagem! O verão é uma estação muito gostosa, de pouca roupa e comidas leves. Mas a estação que promete lazer em família também requer alguns cuidados com o seu carro, que deve estar em condições para enfrentar temperaturas mais elevadas.

A época mais quente do ano submete o veículo a inúmeros esforços e desgastes extras, e pode, dependendo da situação, levar a grandes prejuízos. Vamos às dicas para não esquentar o carro e a cabeça!

Prefira sempre estacionar na sombra

Em primeiro lugar, atenção onde estaciona. Horas e horas sob o sol escaldante desgasta a pintura e, ao longo de anos, pode demandar um novo banho de tinta. Nesse caso, ao dar um trato no seu carro, dê preferência à utilização de produtos como ceras antiUV ao polir a carroceria. Mas atenção: nunca lave seu veículo sob a luz direta do sol, pois com a pintura quente, ela pode manchar. Idem para a aplicação de cera e polimento.

Os faróis também sofrem, já que ficam opacos ao reagir com a luz solar excessiva. Além disso, borrachas e plásticos do carro podem se tornar quebradiços. Já o painel merece atenção especial. Se não tiver jeito de encontrar uma rara sombrinha, porte um daqueles protetores de para-brisa metalizados. Isso evita a incidência de calor diretamente no plástico.

Resfrie a cabine antes de ligar o ar-condicionado

Caso tenha deixado o seu veículo estacionado em um local descoberto em um dia de muito sol e calor, antes de sair da vaga e trafegar pelas vias, abra todos os vidros. Isso faz com que a troca de calor com o ambiente seja mais rápida. Além disso, com o carro em movimento, a circulação do ar ajuda na substituição do ar quente por um mais fresco. A partir da estabilização da temperatura é que se deve ligar o ar-condicionado. Lembre-se sempre de revisar o sistema, com substituição do filtro antipólem.

Saiba mais: Ar-condicionado e consumo: dicas para o verão

De olho no radiador

No verão, é comum ver carros fervendo no acostamento. Isso se deve à falta de cuidados com o sistema de arrefecimento, aliás, muito exigido no calor. Confira o estado das mangueiras do radiador e do vaso de expansão, que é aquele recipiente plástico no qual você coloca o líquido para esfriar o motor. E por falar nisso, não use água da torneira. A mistura deve ter água desmineralizada e aditivo com base em etileno glicol, que a impede de entrar em ebulição.

Não esqueça que o painel tem informações importantes sobre o sistema de arrefecimento, com marcadores analógicos de temperatura, ou luz espia. Em qualquer indício de superaquecimento, pare imediatamente e desligue o motor. Se precisar acrescentar água, espere o sistema esfriar por uns 15 minutos e complete com o motor ligado. Após, dirija-se ao mecânico para descobrir a causa do problema. Se perceber uma mangueira partida, nem ligue o motor. Chame o reboque.

Cuidado com os pneus

Seu único contato com o solo sofre mais ainda no calor. Os pneus ficam muito quentes por causa do piso e atrito. Assim, trate bem deles, calibrando logo pela manhã bem cedo, antes de rodar 1,5 quilômetro, para evitar informações erradas no calibrador. No calor, a pressão nos pneus é maior, o que pode mascarar, de certa forma, o real volume de ar que existe no seu interior.

Abasteça pela manhã e economize

Talvez muitos não saibam, mas abastecer pela manhã, quando a temperatura está mais amena, faz bem para o bolso. E isso tem uma explicação, pois devido às altas temperaturas, o combustível tende a dilatar e evaporar. Ou seja, é menos produto que entra no tanque.

Saiba mais: Confira oito bons hábitos para 2023 e abasteça com mais segurança

Atenção às palhetas do limpador

As palhetas dos limpadores sofrem abrasão não só devido ao atrito com o vidro, mas também pelo sol, que pode ressecar a borracha. Substitua assim que apresentarem varredura irregular no para-brisa, ou, pelo menos, uma vez ao ano. No verão, as chuvas são fortes e você vai precisar ter boa visibilidade. E atenção ao líquido utilizado no recipiente para lavar o vidro, que fica no cofre do motor. Detergente doméstico queima a pintura.

Confira também se os faróis estão foscos. Na chuva forte, à noite e com faróis ineficientes, a situação fica perigosa. Um polimento nas lentes custa pouco e entrega muito resultado.

Forte calor é sinal de chuva pela frente

Cheias são comuns em alguns lugares das grandes cidades no verão. Se enfrentar uma via alagada, evite atravessar. Procure referências nos meio fios, ou em outros veículos mais “afoitos”. A água nunca deve ultrapassar metade da altura da roda, sob risco e penetração no motor e um caríssimo calço hidráulico, quando algum líquido invade a câmara de combustão.

Se for atravessar, o que não é recomendado, faça-o bem devagar, em velocidade constante. O melhor é achar um local mais alto para esperar em segurança.

Saiba mais: Veja como encarar o período das fortes chuvas com segurança.

Estrada com pista molhada: atenção redobrada

Outra situação perigosa é a hidroplanagem, ou aquaplanagem, que nada mais é do que flutuação dos pneus sobre uma fina camada de água. Isso acontece em rodovias e avenidas quando o veículo passa por um bolsão d’água em velocidades mais altas.

A aquaplanagem pode levar à perda de controle e a acidentes. Caso isso ocorra, você deve ter calma, desacelerar e segurar o volante para continuar na reta. Nunca freie. Nunca mesmo! Ao tirar o pé do acelerador, a tendência é que o peso do carro ajude os pneus a retomar o contato com o solo.

Nesse momento, você vai erguer as mãos para o céu por não estar com os pneus carecas. Aquelas ranhuras que você vê nos pneumáticos servem, justamente, para drenar água e manter o contato com o asfalto. Quanto mais gasto o pneu, menor a eficiência dessa função.

Saiba mais: Entenda como modernos pneus de sílica ajudam na economia de combustível

É preciso lembrar que muita gente pega estrada no verão. Se for o seu caso, saia bem cedo, quando a temperatura está mais amena, pois o desgaste do carro e dos ocupantes será menor. Antes de ir, faça uma revisão nos itens básicos, como os já citados aqui, e também dos freios.

Aproveite a estação, beba muita água e bons passeios!

Marcellus Leitão é jornalista especializado em automóveis, já tendo atuado em importantes veículos de imprensa.

Leia também:

Gostou dessa notícia? Compartilhe!

Últimas notícias

Fique por dentro do setor

Inscreva-se na nossa newsletter e receba notícias e conteúdos exclusivos mensalmente.


*As informações cadastradas por este formulário são para uso exclusivo do Instituto Combustível Legal (ICL). Com essas informações podemos oferecer um conteúdo mais adequado a seu perfil.