fbpx Filtro de ar: como a manutenção correta ajuda seu carro a economizar combustível - Instituto Combustível Legal
Motor

Filtro de ar: como a manutenção correta ajuda seu carro a economizar combustível

Publicado em 18/03/2022 por Pedro Medeiros

Mais do que nunca, a grande prioridade de todo motorista atualmente é economizar combustível. Contudo, nem todo mundo sabe que poucas atitudes ajudam nessa missão, sendo uma delas a troca do filtro de ar, uma simples ação que auxilia no melhor rendimento do automóvel e na saúde do seu bolso.

Como o leitor certamente deve se lembrar das aulas de química lá do colégio, uma combustão nada mais é do que uma reação exotérmica – aquela que libera calor, que é uma forma de energia – por meio da combinação de combustível e comburente, que, na enorme maioria das vezes, é o oxigênio.

Citado isso, pode-se dizer que é possível compreender a importância da função do filtro de ar para o bom desempenho do “coração” de todo carro, certo?

Como explica Ricardo França, engenheiro e Coordenador Técnico de Combustíveis da Ipiranga, o filtro impede a passagem de impurezas que prejudicam, justamente, a queima ocorrida no motor dos carros.

“O filtro de ar é um equipamento com objetivo de filtrar o ar aspirado pelo motor antes de ele ser usado na mistura com o combustível, garantido que partículas de sujeira, como pólen, fuligem e poeira, não penetrem na câmara de combustão”, diz França. O engenheiro completa destacando que o filtro de ar influencia diretamente no desempenho da combustão: “um ‘sujo’ impactará no fornecimento adequado de ar para a mistura, gerando perda de desempenho no motor”, ressalta.

Vida útil do filtro de ar

Localizado sobre o motor, sua forma pode variar, dependendo do modelo do veículo, como também do material do qual é feito essa peça. Geralmente, é um equipamento com estrutura de metal ou plástico, em cujo interior está o elemento responsável por reter as partículas. Esse filtro costuma ser constituído de materiais sintéticos e naturais (papel), tendo uma estrutura microporosa que também é chamada de “malha”.

Ricardo França comenta ser difícil avaliar, visivelmente, a vida útil do filtro, mas vale sempre respeitar a recomendação do fabricante, que geralmente é a de trocar entre 10.000 a 15.000 quilômetros rodados, o que, por muitas vezes, costuma coincidir com a hora da troca do óleo de motor. No entanto, há fatores ambientas que podem reduzir esse período.

“Lugares muito empoeirados, como estradas de terra batida, de fato, podem reduzir a vida útil do filtro de ar, saturando precocemente o elemento filtrante”, alerta o especialista.

Atenção aos sinais de manutenção do filtro

França pontua que o próprio veículo “indica” que talvez seja a hora de fazer a troca do filtro e, por isso, é sempre importante estar atento a certos marcadores do automóvel. “Redução no desempenho do motor, consumo maior, perda de potência e dificuldades ao arrancar são alguns indicativos”, comenta.

Vale lembrar que não é só o comburente que precisa estar puro. O outro componente dessa equação, o combustível, precisa ser de qualidade para que o carro renda ao máximo. Sendo assim, procure sempre abastecer em postos de confiança e fuja da cilada do preço baixo. Se desconfiar que foi vítima de fraude, denuncie.

E não se esqueça: chegada a hora de trocar o filtro de ar, procure sempre um profissional especializado.

Leia também: